Seis atletas de Volta Redonda disputaram a final do Campeonato de Ginástica de Trampolim

A dedicação e o trabalho da equipe de Ginástica de Trampolim de Volta Redonda já estão dando resultados positivos. Seis atletas da cidade disputaram a final do Campeonato Brasileiro, sendo que foram conquistas duas medalhas individuais – uma de prata e outra de bronze. O campeonato foi disputado na cidade mineira de Ouro Preto, entre os dias 4 a 10 de junho.

Eles foram recebidos pelo prefeito Samuca Silva na tarde desta segunda-feira, dia 18. O encontro aconteceu no gabinete, no Palácio 17 de Julho. Na ocasião, Samuca Silva anunciou que fará um Centro Municipal de Ginástica, com o local ainda será definido pela equipe técnica da secretaria de Esporte e Lazer.

“Queremos garimpar os talentos do esporte na cidade. Eles serão encaminhados para o centro municipal e receberão treinamentos mais específicos. Mas, a iniciação esportiva estará em todas as escolas da rede municipal”, disse Samuca Silva, que solicitou à secretaria a apresentação de um projeto para a criação do centro.

Ele foi além. Divulgou também que nos próximos jogos estudantis a modalidade entrará na competição entre as unidades escolares da cidade. “Assim, vamos plantar uma semente do esporte em todas as escolas e colégios de Volta Redonda. Os atuais atletas da equipe da cidade sejam referência para os iniciantes na Ginástica Olímpica”, destacou Samuca Silva.

Orgulho com a medalha

Aos 9 anos, o atleta Pedro Cayo já desfila com a sua primeira medalha conquistada no campeonato brasileiro. Estudante da Escola Municipal Miguel Couto, ele foi medalha de prata. O que deixou sua mãe, Inês de Jesus Batista, orgulhosa e cheia de esperança: “Ele só treina um ano e já está conquistando resultados incríveis”.

Ana Beatriz Ferreira, estudante da Escola Municipal Paraíba, foi medalha de bronze na categoria. “Amo treinar e disputar as competições. Essa será a primeira medalha no campeonato brasileiro de tantas que ainda virão”, afirmou a atleta.

Além dos dois, participaram do encontro com o prefeito e também foram finalistas: Isabela Macedo (12 anos), Raylon Batista (22 anos), Letícia de Jesus (11 anos) e Isabel Vasconcelos (11 anos).

“Este é um momento de celebração, de comemoração pelos excelentes resultados alcançados pela nossa equipe, de Volta Redonda, que disputou contra os melhores do país e chegou a todas as finais da competição nacional”, enfatizou Maria Paula Tavares, secretária de Esporte e Lazer. Os atletas foram também recebidos pela secretária na última sexta-feira, dia 15, na sede da Smel, na Ilha São João.

Volta Redonda tem a metodologia de criar a paixão pelo esporte para depois aplicar as técnicas esportivas, conforme explica o treinador da equipe Thiago Anderson de Almeida. Ele disse ainda que Volta Redonda tem o menor índice de lesões nos atletas, dados fornecidos pela Confederação Brasileira de Ginástica de Trampolim.

“Primeiro aprimoramos as técnicas para depois trabalharmos a força física. Isso tudo sem a cobrança por vitórias. Sempre digo aos atletas que os bons resultados são apenas resultados de dedicação nos treinos. E a dedicação vem do amor pelo esporte”, finalizou o treinador.