Pessoas fazendo fisioterapia com pilates
Destaque Saúde & Nutrição

Volta Redonda oferece pilates no serviço de fisioterapia

Implantada no final de janeiro deste ano, a modalidade atende 80 pacientes no Cemurf com Pilates na Fisioterapia

Há dois meses, os pacientes do Centro Municipal de Reabilitação Física Tuffi Rafful (Cemurf) em Volta Redonda passaram a contar com o serviço de pilates. O tratamento especializado é oferecido apenas em dois municípios do Estado do Rio de Janeiro pela Rede Pública de Saúde. O Cemurf, que funciona no Estádio Raulino de Oliveira, tem sessões de pilates de segunda a sexta-feira, pela manhã e à tarde. Hoje, o pilates atende 80 pacientes.

De acordo com o coordenador do Centro de Reabilitação Física de Volta Redonda, Vladimir Lopes de Souza, o serviço de pilates atende à demanda interna do Cemurf“O paciente chega com indicação de fisioterapia e após avaliação dos nossos fisioterapeutas pode, ou não, ser indicado ao pilates”, explicou.

O Cemurf abre mensalmente cerca de mil vagas para avaliação. Os pacientes são encaminhados por médicos especialistas que atuam na Policlínica da Cidadania – ortopedistas, neurologistas, urologistas ou cardiologistas -, ou pelo Hospital São João Batista, para recuperação pós-operatória.

A fisioterapeuta Juciara Castro, uma das duas especialistas em pilates que atuam no Cemurj, esclarece que no serviço oferecido pelo município os principais objetivos são: “Promover o fortalecimento dos músculos, o alongamento e a flexibilidade do corpo para aliviar a pressão na coluna ao realizar tarefas do dia a dia”.

Maria das Graças Santos, moradora do Padre Josimo, e Lair Júnior, da Ponte Alta, começaram o tratamento no início do mês de março. Maria das Graças apresenta um problema crônico na coluna e joelho e diz que sempre fez tratamento fisioterápico. “Com um mês no pilates pude sentir melhora, estou com esperança dos novos exercícios aliviarem mais a dor”, disse.

Já Lair Júnior fraturou a coluna com um acidente com o carro. “O acidente tem um ano e não procurei a fisioterapia após o tratamento médico. Recebi a indicação do pilates e tenho sentido maior mobilidade e facilidade ao desempenhar atividades cotidianas”, falou.

Para o secretário de Saúde de Volta Redonda, Alfredo Peixoto, a implantação do serviço de pilates é reflexo do esforço da nova gestão municipal para oferecer atendimento de excelência na Rede Pública de Saúde. “O pilates é um tratamento especializado, até então, encontrado apenas na rede privada. Agora, os nossos pacientes podem contar com as sessões, de graça, no Cemurf”, disse.

O secretário lembrou ainda que desde outubro do ano passado a população conta com outro serviço especializado no Centro de Reabilitação Física do município: o RPG (Reeducação Postural Global). “O serviço de fisioterapia, assim como outros serviços de saúde, tem atenção especial do prefeito Samuca e outras melhorias estão previstas ainda para este ano”, falou.

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, lembra que a sede do Cemurf passa por reforma de readequação do espaço. A recepção está sendo ampliada e os banheiros adaptados para deficientes serão reformados, além da readequação do ginásio terapêutico e dos consultórios para avaliação. “A obra vai garantir mais conforto para os pacientes e os profissionais que atuam no Cemurf. Estamos investindo nas pessoas”, garante.

Por conta da reforma, o atendimentos do Cemurf estão sendo feitos no Acesso Azul do Estádio Raulino de Oliveira, Rua 552, Jardim Paraíba. O centro funciona de segunda à sexta-feira, de 7h ao meio-dia e das 13h às 18h.