Primeira edição do projeto aconteceu nesta sexta-feira no Colégio Getúlio Vargas, unidade da Fevre

O projeto “Papo Reto” foi lançado na manhã desta sexta-feira, dia 23, no Colégio Getúlio Vargas, no Laranjal. O programa consiste em um bate-papo do prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, com estudantes da rede de Educação da cidade. No encontro, que reuniu 120 estudantes dos três anos do Ensino Médio, os jovens puderam tirar as dúvidas e curiosidades com o prefeito.

“Vamos percorrer todas as escolas da cidade. E começamos aqui no Getúlio Vargas, onde estudei por mais de 10 anos e hoje estou prefeito. Somos do tamanho do nosso sonho. Vamos percorrer todas as escolas no Papo Reto”, disse o prefeito de Volta Redonda, que continuou: “Temos que aproximar o estudante próximo ao político. Ser representantes da população não é ruim. Vocês que vão comandar a cidade, o estado e país”.

Alan Patrick Nunes, 17 anos, do 3º ano, foi primeiro a pergunta e questionou sobre a estrutura das escolas. Samuca Silva respondeu que depende de verbas dos governos Federal e Estadual para a estruturação das 103 escolas municipais.

“Nossa principal meta é incentivar os professores. Essa é minha maior preocupação. Nossos professores estão desvalorizados. Estamos estudando todos os projetos judiciais para valorizar a categoria”, respondeu o prefeito.

Tales da Silva, 14 anos, do 1ª ano, perguntou sobre a geração de emprego e renda em Volta Redonda voltados aos jovens. Samuca Silva disse que uma das prioridades da atual gestão é a geração de empregos. Ele citou a geração de três mil empregos com a inauguração do Shopping Park Sul, que começará a funcionar na cidade em outubro.

“É aquele primeiro emprego que os jovens necessitam entrar no mercado de trabalho. Estamos negociando também com duas empresas de call center, que podem gerar milhares de emprego na cidade”, disse o prefeito.

Para o coordenador da Juventude de Volta Redonda, Luciano Campos, a projeto mostra a importância que a atual gestão está dando para as políticas voltadas aos jovens do município: “O diálogo é a marca deste governo e os nossos jovens não poderiam ficar de fora. Volta Redonda tem um prefeito jovem que sabe da importância deles para o futuro da cidade e do país”, opinou Luciano Campos.

Foram perguntados ainda sobre segurança pública, Escritório Central da CSN, manutenção de asfalto, investimento do Saae e incentivo ao ensino superior da cidade. No final do encontro, fizeram a apresentação de “Batalha de Conhecimento”, com roda de rima.