Samuca Silva que os próximos bairros a receberem a unidade serão Vila Brasília e Santa Cruz

A Unidade Descentralizada de Fisioterapia João Gonzaga, no bairro Água Limpa, foi inaugurada na manhã desta quarta-feira, dia 11, pelo prefeito Samuca Silva. A unidade vai atender aos moradores do Jardim Amália I e II, Jardim Normândia, Vila Rica/Três Poços, Caieiras, Cailândia e Brasilândia, além da própria Água Limpa, numa população estimada de mais de 45 mil pessoas. O prefeito de Volta Redonda destacou a importância das unidades descentralizadas no município.

 “Estamos trabalhando para levar os nossos serviços para os bairros para dar maior conforto aos moradores. Essa é a primeira unidade e as próximas serão nos bairros Vila Brasília e Santa Cruz. Eles não precisar mais se deslocarem até o Aterrado, na Policlínica da Cidadania, para receber o tratamento”, disse Samuca Silva, que foi acompanhado pelo secretário municipal de Saúde, Alfredo Peixoto, e o vice-prefeito Maycon Abrantes. Participaram da inauguração do local os vereadores Carlinhos Santana, Fábio Buchecha e Issac Bernardo.

Alfredo Peixoto destacou o baixo custo da obra para inaugurar a unidade de fisioterapia. “Foi um investimento de apenas R$ 15 mil para o tamanho do benefício da população. Não precisamos de luxo, mas sim de funcionalidade. Quando assumi a secretaria, Samuca deixou bem claro que queria que fossem retomadas as obras paralisadas em Volta Redonda”, frisou o secretário de Saúde.

Além desta unidade, a prefeitura já entregou a UBSF do Padre Josimo, a inauguração do Hospital do Idoso, que é o primeiro do Estado do Rio de Janeiro; o Hospital Regional e a compra do Hospital Santa Margarida que começará funcionar no final do ano.

 “É um governo que valoriza a saúde da população e que está sendo governada na rua e não dentro de gabinete. Aqui, nos bairros, conhecemos o dia a dia na ponta, perto da população. Deixei claro ao Alfredo que só inauguro obras quando, de fato, começar a funcionar o serviço”, disse Samuca Silva.

 Moradores comemoram unidade de fisioterapia

Durante a cerimônia de inauguração, a senhora Regina Célia da Silva Moura, 57 anos, já estava sendo atendida na unidade. “Estou muito feliz por não precisar pegar ônibus para vir fazer tratamento aqui. Além do dinheiro gasto com a passagem, perdia tempo indo até o Estádio Raulino de Oliveira”, contou ela.

O eletricista Reginaldo Henrique da Silva, 49 anos, que está em tratamento há um mês, compartilha da mesma opinião de Regina e aprovou o novo serviço no bairro: “Foi uma grande conquista para o bairro. Não preciso ir de carro até o estádio. Além de mais conforto, é menos um veículos nas ruas de Volta Redonda”.

 Estrutura da unidade

Segundo a Secretaria de Saúde, a nova unidade começa a funcionar com dois fisioterapeutas e equipe administrativa que vão atender cerca de 80 pacientes. Cada um faz duas sessões por semana. O atendimento será das 7h às 17h, de segunda a sexta-feira.

A avaliação dos pacientes continua centralizada no Centro de Reabilitação Física de Volta Redonda e os pacientes são encaminhados por médicos especialistas que atuam na Policlínica da Cidadania – ortopedistas, neurologistas, urologistas ou cardiologistas -, ou pelo Hospital São João Batista, para recuperação pós-operatória. O local tem uma recepção e três salas para fisioterapia, além da eletroestimulação, uma de termoterapia e outra para exercícios terapêuticos, além de banheiros adaptados.