Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana de Volta Redonda autuou veículos onde motoristas exerciam dupla função

Em continuidade ao trabalho realizado para garantir melhor qualidade ao transporte coletivo em Volta Redonda, a Secretaria Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana (STMU) realizou na manhã desta terça-feira, dia 27, a segunda etapa de fiscalização em ônibus por conta de denúncias sobre o exercício da dupla função dos motoristas que também estariam atuando como cobradores. A operação foi realizada na Avenida dos Trabalhadores, Centro, no ponto de ônibus em frente à Rodoviária Francisco Torres, e atende à Lei 5.448 aprovada em janeiro deste ano.

“A lei tem que ser cumprida. A primeira fase foi uma orientação, notificando as empresas com base em denúncias de rodoviários e dos cidadãos em geral. Hoje, não é mais para orientar, e sim para repreender a conduta inadequada diante da lei”, explicou o secretário municipal de Transporte e Mobilidade Urbana, Wellington Silva.

Das 10h às 11h, quatro fiscais da STMU constataram 13 infrações que vão gerar autos de infração no valor de R$ 699,00 cada. Além da dupla função, foi identificada também a prática de alguns motoristas em trafegar fora da faixa seletiva. As empresas serão notificadas para evitarem esse comportamento.

“Acho que só com motorista o ônibus demora mais, ele fica um pouco desligado e o cobrador já deveria estar ali para essa função. O motorista tem que estar com a atenção dele voltada para o trânsito”, comentou a esteticista Marcilene Alves Vieira, enquanto observava a ação dos fiscais.

De acordo com a lei, é considerado falta média, com 4 Ufivres (Unidade fiscal de Volta Redonda) de multa, o motorista que, além de dirigir, for flagrado realizando venda ou controle dos bilhetes tarifários, no interior dos veículos, caracterizando dupla função. Cada Ufivre custa R$ 174,75, dando um total de R$ 699,00 por veículo flagrado em desacordo com a lei municipal.

“Existe um planejamento e as fiscalizações são programadas, contínuas e periódicas em pontos diversos da cidade. Essa é mais uma das ações do governo municipal para melhorar a vida do cidadão em Volta Redonda. Nosso governo representa diálogo. Sabemos da crise e dificuldade, mas, nosso compromisso é com a população e mobilidade urbana”, comentou o prefeito Samuca Silva.