A decisão do campeonato de futebol amador, categoria sub-50 mostrou que idade fica em segundo plano quando os protagonistas do espetáculo predicados só possuídos pelos artistas da bola unindo experiência e amor ao esporte. A vitória do São Luiz por 2 a 0 sobre o Novo Mundo não só garantiu o título de bicampeão para o São Luiz, mas também fechou com chave de ouro a competição promovida pela Liga de Desportos de Volta Redonda (LDVR) que com o apoio financeiro da Transportes Excelsior, pode premiar aos campeões e vice com um prêmio em dinheiro além dos troféus e medalhas.

Além do jogo decisivo entre; São Luiz e Novo, foram realizados os jogos de ida das semi finais categoria sub-40. Eldorado 3 x 4 Retiro e Real  de Barra Mansa 1×1 Oriente. No próximo sábado serão realizados os jogos de volta quando serão conhecidos os finalistas

Voltaço continua na briga

O empate em zero a zero em Belém do Pará contra o Paysandu mantém o Volta Redonda na briga para subir para a série B. O  time da cidade do aço faz uma campanha acima do esperado e mostra que é possível sonhar e que a promoção para a segunda divisão é real, apesar de criticas de uma parte da torcida que exige espetáculo, mas não tem comparecido aos jogos para incentivar um time que com poucos recursos tem mostrado uma garra contagiante em busca de um lugar de destaque no cenário nacional.

Com o empate  o tricolor de aço sobe para o segundo lugar e no domingo recebe o Luverdense e nova vitória poderá consolidar a sua posição no campeonato. Em Belém do Pará o Paysandu levou mais de 11 mil torcedores para incentivar o time. É hora da torcida do Volta Redonda mostrar o seu amor e lotar o Estádio da Cidadania

Garotos de aço campeões em Minas

A garotada da categoria sub-15 do Volta Redonda, conquistou em Carangola (MG) o título de campeão da sétima Copa Asvale Nacional de Futebol Infantil disputada naquela cidade da zona da mata. No jogo decisivo o time da Cidade do Aço venceu o Porto por 2 a 0 gols de Marquinhos (artilheiro da copa)  e Vitinho. Dez equipes participaram da competição.

Um péssimo exemplo dos colorados

A agressão sofrida por uma torcedora do Grêmio durante o clássico contra o Internacional no sábado mostra até que ponto o ser humano é capaz quando se trata de futebol. Uma criança de oito anos, filho da vítima presenciou a barbárie de um grupo de torcedores colorados não aceitaram a presença daquela senhora e seu filho nas cadeiras do Beira Rio. O caso foi entregue as autoridades mas trata-se de mais um  exemplo de covardia daqueles que se mascaram de torcedores para cometer atrocidades contra quem só quer se divertir.

Manoel Alves (ACERJ 0242)