O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, vai publicar durante essa semana o Decreto Municipal 15.793. O objetivo do decreto é criar a Comissão de Estudos de Viabilidade de Anexação da Região da Califórnia da Barra, pertencente a Barra do Piraí, ao município de Volta Redonda. A comissão terá 30 dias – a partir da primeira reunião – para publicar seu plano de trabalho.

Segundo o prefeito Samuca Silva, esse tema é uma antiga demanda dos moradores daquela região e que, em maioria, utilização serviços públicos de Volta Redonda.

– Esse é um tema antigo, sempre comentado e um desejo da população do Complexo da Califórnia. Essa Comissão visa ver a viabilidade da anexação. E, caso tenha essa visibilidade, a comissão dará os caminhos para que esse pleito possa ser atendido – destacou Samuca.

No decreto, Samuca específica região da Califórnia da Barra contemplando os bairros: Boa Vista da Barra; Santa Terezinha; Cerâmica União; Recanto Feliz; Morada do Vale; Califórnia; Bairro de Fátima; Estrela de Fátima; São Luis da Barra; São Francisco e Guadalupe. A extensão territorial 28.474 km².

Sabemos que no passado usaram a população da Califórnia para politicagem. Por isto do decreto, para avaliar a tecnicamente e  previamente e sabemos que todo processo tem de nascer no bairro com vontade popular – acrescentou Samuca.

O prefeito lembrou que muitos moradores da região da Califórnia utilizam as redes públicas de saúde e educação de Volta Redonda.

Aquela região encontra-se efetivamente mais próxima de Volta Redonda do que da sua cidade sede. É importante realizarmos os estudos necessários. Lembro que há integração de transporte público, no Saae-VR que leva água para o local, entre outros – acrescentou o prefeito.

Vão fazer parte da comissão representantes do IPPU-VR; Secretaria de Fazenda; Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana; Saae-VR; Procuradoria Geral do Município e Secretaria de Planejamento, Transparência e Modernização da Gestão. A Câmara de Vereadores também terá assento. A Comissão será presidida por Marcio Lins, diretor-presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPU).