Destaque Toque de primeira

O amor que vem de longe – Toque de primeira

Durante a festa de lançamento do livro “Inicio de uma Paixão”, escrito pelo primeiro goleiro do Voltaço, Waldir Appel, assistimos uma reunião de craques que no passado mostraram que é possível unir amor e responsabilidade em prol de uma instituição. Uma linda festa que mostra claramente queum clube pode ser amado e respeitado por pessoas que nasceram ou moram distantes, mas que demonstram com gestos e ações o caminho para manter uma tradição e solidificar uma instituição.

Durante a festa ouvimos relatos verdadeiros daquelesque vieram de longe para proporcionar alegria a população de uma jovem cidade e um clube que acabara de nascer, e chegamos a conclusão que este clube é vitima desta falta de amor de quem deveria lutar para transformar o Voltaço numa potência e a cidade como referência.

Desportistas homenageados na festa da cidade

A festa dos 65 anos de Volta Redonda teve momentos de emoção e reconhecimento. Craques como; Claudio Adão, Dedé e Felipe Mello, foram homenageados pela Prefeitura, bem como atletas como o nadador Tiago Pereira e o maratonista Luiz Antônio dos Santos. Esses voltarredondensessão responsáveis para elevar o nome da cidade para o mundo mostrando que a Cidade do Aço produz muito mais que ferro e aço, mas cidadãos de bem e craques em todas as modalidades.

 

Hora de decisão

O campeonato de futebol amador categorias sub-40 e sub-50 chega aos momentos decisivos. Neste sábado (20) Novo Mundo x São Luiz decidem ás 10 horas da manhã no campo três no Aero Clube o título de campeão na categoria sub-50.  A tarde jogam pelas semi-finais do sub-40, Real x Oriente, Eldorado x Retiro. Vale a pena conferir os jogos que tem como finalidade principal elevar a alto estima e proporcionar lazer aos craques que num passado recente fizeram a alegria dos torcedores e confraternização das famílias. A promoção é da Liga de Desportos de Volta Redonda (LDVR).

Voltaço tem confronto difícil na série C.

Segundo colocado no Grupo B o Voltaço tem na próxima segunda feira em Belém do Pará um dos jogos mais difíceis e importantes em sua caminhada na série C. Além da distância e da logística, já que a delegação terá que viajar de ônibus até Campinas e de lá pegar um avião para o Pará, terá pela frente o Paysandu que precisa vencer certamente contará com uma multidão de fanáticos torcedores que deverão superlotar o estádio e empurrar o time para uma vitória. Desejamos sorte e força ao Voltaço.

Manoel Alves (ACERJ 0242