Volta Redonda oferece à população serviço odontológico de excelência por meio de nove clínicas e 44 equipes do Programa de Saúde da Família

Em Volta Redonda, a população é assistida com serviço odontológico público diferenciado. O município tem nove Clínicas Odontológicas Concentradas (COC), espalhadas pelo território, que garantem o acesso de toda população; os moradores também contam com cirurgiões dentistas em 44 equipes do Programa de Saúde da Família (PSF); e ainda têm atendimento de emergência 24h na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Santo Agostinho e no Cais (Centro de Assistência Intermediária de Saúde) Aterrado.

Mais de 100 cirurgiões dentistas atuam no serviço odontológico de Volta Redonda. Esses profissionais garantem à população tratamento de dentística, periodontia, endododontia, odontopediatria, bucomaxilo e prótese. As unidades estão localizadas nos bairros Aterrado, Santo Agostinho, Siderlândia, Jardim Tiradentes, Conforto, Eucaliptal, Vila Brasília, Retiro e Santa Cruz.

O prefeito do município Samuca Silva lembra que as Clínicas Odontológicas de Volta Redonda têm modernos consultórios que ficam em uma mesma sala e atendem aos pacientes simultaneamente. E o mais importante é o horário de funcionamento estendido, das 7h30 às 19h30, “Esse é o horário do trabalhador. Atendemos em três turnos para garantir acesso de toda população”, afirmou Samuca.

De acordo com o secretário de Saúde de Volta Redonda, que é cirurgião buco-maxilo-facial, Alfredo Peixoto, a principal porta de entrada para as clínicas odontológicas é o Programa de Saúde da Família, “mas as unidades abrem inscrições de três em três meses para absorver a demanda espontânea”, explicou o secretário, lembrando que no tratamento odontológico o paciente pode demorar a ter alta, o que pode gerar algum tempo de espera pela primeira consulta. “Porém, todas as clínicas fazem atendimento de urgência”, ressaltou Alfredo.

Raniele Lima Sacramento, moradora do São Carlos, endossa as palavras do secretário, mas diz que o tempo de espera vale a pena “pois o trabalho dos profissionais dos COC é muito bom. Já fiz tratamento no COC Aterrado e, desta vez, estou no COC Conforto pela proximidade com minha casa. Sempre fui bem atendida e estou satisfeita com o novo tratamento”, afirmou.

Laudeci Paiva, morador do bairro Santa Cruz, faz tratamento no COC Santa Cruz desde o ano passado e está satisfeito com o resultado. “Sou muito bem atendido pela equipe do COC. E a implantação do serviço odontológico no bairro me deu a chance de tratar dos dentes”, disse. Em 2017, a rede de atendimento odontológico de Volta Redonda registrou quase 55 mil atendimentos. Foram mais de 50 mil tratamentos de periodontia, 23,5 restaurações, 13 mil canais e 2,5 cirurgias, por exemplo. “Esses resultados comprovam que o serviço trata mais do que extrai dentes. Sinal de que o trabalho de prevenção à saúde bucal no município também é eficiente”, disse o secretário de Saúde, Alfredo Peixoto. O trabalho de prevenção acontece em várias frentes. Por meio do PSE (Programa Saúde na Escola) e em parceria com os CRAS (Centros de Referência à Assistência Social) e os CAPS (Centros de Assistência Psicossocial) os profissionais dentistas fazem palestras e para crianças criaram até o “Cine Dentinho”, que incentivam e ensinam a escovação correta, por meio de filme de animação.

O serviço de Saúde Bucal em Volta Redonda também conta com um cirurgião dentista no Programa de Controle do Tabagismo e um odontopediatra no Follow Up, unidade destinada a recém-nascidos de alto risco. O programa acompanha os bebês que nasceram com patologias perinatais (pré e pós-natais) que possam interferir no seu desenvolvimento clínico e psicomotor. Toda criança assistida pelo Follow Up tem acompanhamento para prevenção da saúde bucal.

CIRURGIAS – O atendimento odontológico do município é completo e conta ainda com equipe no Hospital Municipal Munir Rafful (HMMR) para cirurgias eletivas – marcadas com antecedência. “Esse serviço é utilizado para extração de sisos e voltado para pacientes especiais”, disse o secretário de Saúde, Alfredo Peixoto. Odontologia em Volta Redonda também atua na prevenção do câncer bucal Os cirurgiões dentistas do serviço de saúde bucal de Volta Redonda também atuam na prevenção e diagnóstico precoce do câncer de boca. Esses profissionais colhem o material e encaminham para biopsia em caso de lesão na cavidade oral. “Alguns cânceres de boca podem ser muito agressivos e o diagnóstico precoce facilita o tratamento e reduz o número de mortes pela doença”, afirmou Alfredo Peixoto.

 

COMPARTILHAR
Próximo artigoSaúde&Nutrição