O governo da Índia liberou as exportações comerciais de vacinas covid-19, com a previsão de enviar amanhã as primeiras remessas para o Brasil e Marrocos, informou hoje o secretário das Relações Exteriores do país, Harsh Vardhan Shringla.

O Brasil espera o envio de 2 milhões de doses da vacina AstraZeneca/Oxford encomendadas pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz). Elas foram fabricadas pelo laboratório indiano Serum e eram aguardadas para o último fim de semana, mas uma resolução do governo local barrou a remessa.