Durante o encontro, serão eleitos os delegados que representarão o município na Conferência Estadual do segmento

A Fundação Cultura de Barra Mansa promove neste sábado (12), de 8 às 12 horas, a Conferência Municipal de Cultura. O evento que acontece na Sala de Espetáculos Tulhas do Café, no Parque da Cidade, Centro, tem a finalidade de referendar a participação do segmento na construção de políticas interativas na região do Médio Paraíba e no Estado, já que a conferência é a instância máxima da participação da sociedade civil nas políticas culturais. Autoridades do Poder Legislativo, da Secretaria de Estado de Cultura e do Fórum Regional de Cultura do Médio Paraíba devem participar do encontro.

Com o tema “A Cultura como vetor de Desenvolvimento Social e Econômico em Barra Mansa, no estado do Rio de Janeiro e no Brasil”, o encontro elegerá delegados representantes da sociedade civil e do poder público a fim de legitimar a participação de Barra Mansa na 4ª Conferência Estadual de Cultura em Junho. Além disso, a programação conta com apresentação do Grupo Abadá Capoeira e Projeto Dança & Magia.

De acordo com o presidente da Fundação Cultura Barra Mansa, Marcelo Bravo, o tema a ser debatido será uma oportunidade para a comunidade cultural exercer o protagonismo como delegados estaduais, e terem conhecimento acerca do que está sendo realizado efetivamente pela cultura no município. “As políticas culturais tomaram outro rumo, especialmente em Barra Mansa. Deixaram de ser aliadas a lazer e assistência social e começaram a ser apontadas como políticas de crescimento econômico e descentralização, tendo a economia criativa como alternativa para o desenvolvimento. A conferência será um momento para o cidadão ter contato com o resultado dessas políticas desenvolvidas no estado e no Brasil”, disse.

A conferência é aberta a todos os interessados e o credenciamento será feito no local, a partir das 8 horas. A Conferência Municipal de Cultura faz parte do Sistema Municipal de Cultura de Barra Mansa, previsto na Lei 4.602/2016.