Projeto de autoria do deputado Boca Aberta terá vida curta

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, não vai dar longa vida ao projeto do deputado Boca Aberta (PROS-PR) que prevê amputação de mãos de políticos condenados em segunda instância por corrupção.

Maia revelou que irá devolver a proposta ao autor, agora que foi oficialmente protocolada no sistema da Casa.

O regimento da Câmara autoriza a devolução de projeto que seja “evidentemente” inconstitucional.

Boca Aberta ainda pode recorrer ao plenário em até cinco sessões.