Encontro reuniu os idosos dos 35 grupos de convivência da Smidh

Os idosos dos grupos de convivência se reuniram nesta quarta-feira, dia 18, no Clube Náutico, para uma tarde de confraternização.  O encontro contou com muita música, seresta, sorteio de brindes e cantinho da beleza e teve o objetivo de proporcionar um momento de troca e integração entre os grupos. Eles fazem parte do projeto da Prefeitura de Volta Redonda, organizados pela Secretaria de Políticas para Mulheres Idosos e Direitos Humanos de Volta Redonda (Smidh).

Atualmente 35 grupos de convivência são vinculados à secretaria, com cerca de mil idosos. Eles participam de várias atividades, dinâmicas, palestras, entre outras ações. E para orientação do grupo, são realizadas reuniões mensais com os coordenadores para informar a respeito de ações e palestras que estão disponíveis para esse público.

O prefeito Samuca Silva comentou que atividades como essas, desenvolvidas nos grupos de convivência, são muito importantes. “Nossos idosos são ativos e animados. E temos que promover cada vez mais ações para incentivar o desenvolvimento deles”, disse Samuca.

“Temos que trazer os idosos para mais perto. Mostrar todos os serviços que Volta Redonda oferece para melhorar a qualidade de vida deles”, contou a secretária América Tereza.

O casal Maria Auxiliadora Fagundes e José Honório Fagundes, participam do grupo Pôr do Sol, na 207, e comentaram que adoram a experiência. “É muito legal a amizade que a gente faz com as pessoas do grupo. Fazemos atividades, brincadeiras que eu adoro. A gente acaba se tornando uma família”, disse Maria.

Segundo Maria Aparecida Fidelis, do grupo Bem Viver, do bairro Jardim Paraíba, os encontros são bem produtivos. “Eu entrei para acompanhar a minha mãe, e após o falecimento dela eu fui muito bem acolhida. A gente é bem assistida, aproveitamos bastante e fazemos ótimos amigos”, afirmou.

Durante a festa, os idosos receberam uma boa notícia. Foi anunciado que a secretaria ganhou oito computadores do Ministério de Direitos Humanos para fazer uma integração digital com esses idosos.