Primeira unidade do CRAI será no Eucaliptal e terá diversas oficinas para moradores do bairro

A primeira unidade do CRAI (Centro de Referência de Assistência Integrada) em Volta Redonda será no bairro Eucaliptal. O anuncio foi feito pelo prefeito Samuca Silva, que visitou na manhã desta terça-feira, dia 29, o antigo prédio do Colégio João Haasis – que está desativado há quarto anos – onde receberá a sede do CRAI.

A ideia do projeto, idealizado pelo próprio Samuca, é reunir diversas atividades e serviços de secretarias municipais em local comum nos bairros da cidade. No caso de Eucaliptal, o objetivo levar oficinas de música, culinária, artesanato, teatro e o centro convivência da terceira idade.

Desta maneira, será um trabalho integrado com as secretarias de Cultura, a de Ação Comunitária; a de Esporte e Lazer; a de Políticas para as Mulheres, dos Idosos e dos Direitos Humanos; além da Fundação Beatriz Gama.

“Quero deixar um legado na prefeitura: o diálogo e a integração entre as secretarias em prol da população. No passado, uma secretaria não conversava com outra e quem saia prejudicada era a própria população”, disse Samuca Silva, que foi acompanhado pela secretária de Cultura, Aline Ribeiro, e o da Smac, Marcus Vinícius Convençal, além do vereador Nilton Alves de Faria, o Neném.

Samuca Silva determinou que o secretário municipal de Infraestrutura, Toninho Oreste, que fizesse uma reforma e as adaptações necessárias para a instalação do CRAI.

“Tenho certeza que o CRAI dará certo e centenas de moradores serão atendidas no bairro e região. Além do Centro de Referência, vamos instalar no Eucaliptal o UniPop (Universidade Popular), no antigo Colégio Maranhão, que foi cedido pelo Estado para a prefeitura. Vamos oferecer diversos cursos profissionalizantes gratuitamente à população”, finalizou o prefeito.