O presidente Jair Bolsonaro participa de cerimonia na tarde desta quinta-feira, no Palacio do Planalto, que marca o lancamento do projeto SecomVC. A proposta e lancar paginas em redes sociais para difundir noticias positivas do governo. Serao perfis no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube. Em meio aos ultimos desgastes envolvendo o presidente Jair Bolsonaro, como a indicacao de seu filho Eduardo Bolsonaro a Embaixada do Brasil em Washington, o governo decidiu por este lançamento de paginas em redes sociais para divulgar noicias consideradas positivas sobre suas acoes. A motivacao e o discurso repetido pelo presidente de que a gestao e vitima de noticias mentirosas e, por isso, precisa se defender. O objetivo e apontado pela Presidencia como "divulgar informacoes positivas e conquistas do governo". Brasilia, 22-08-2019. Foto: Sérgio Lima/PODER 360

Onys, um morto-vivo no Governo Bolsonaro, teria dito a amigos, há pouco, que estava no escuro sobre notícias de eventual demissão

Mais um dos muitos braços direitos deste governo está muito próximo de ser decepado, Onyx Lorenzoni, que já foi exonerado pelos jornais. Fontes do palácio confirmaram a notícia aos veículos. Nessa dança, o próprio ministro da Casa Civil disse a amigos mais próximos há pouco que estava no escuro. Se cair, terá sido demitido primeiro pela imprensa, depois por Jair Bolsonaro.

No Congresso, a notícia ainda não chegou. Os líderes de Bolsonaro e aliados estão igualmente sem informação. O ministro Fábio Wajngarten da Secom segue apenas observando. Ministros geralmente bem informados, calaram.

É possível que o vazamento do convite ao general Braga Netto tenha atropelado os planos do próprio presidente.

“Ainda não sabemos o que vai acontecer. Nem se ele aceitou”, diz um interlocutor do Alto Comando do Exército sobre a possível mudança de Braga Netto para o palácio.

Bolsonaro teve, de fato, uma conversa com Onyx nesta quarta. Poucos sabem, porém, qual será o desfecho da possível dança de cadeiras.