Novidade foi apresentada no Congresso Técnico realizado no auditório da Secretaria de Educação de Volta Redonda

Os Jogos Estudantis de Volta Redonda (JEVRE) deste ano conta com uma grande novidade, a inclusão de duas modalidades paradesportivas para pessoa com deficiência.  A notícia foi apresentada nesta quarta-feira, dia 11, no Congresso Técnico dos Jogos Estudantis, realizado no auditório da Secretaria de Educação. A Secretaria de Esporte e Lazer (SMEL) aproveitou a oportunidade e apresentou um balanço do evento realizado em 2017. 

De acordo com Maria Paula Tavares, secretária da pasta, esse foi o primeiro contato com as escolas que vão participar dos jogos em 2018. “O congresso é o primeiro contato que a equipe da SMEL tem com os professores e responsáveis pelas escolas. É o momento em que apresentamos um balanço do ano anterior e mostramos a novas ações que serão realizadas. Todas as atividades que foram sucesso na última edição serão aprimoradas, este espaço é para que as escolas possam discutir e mostrar as boas práticas das suas unidades”, disse.  

O evento contou com a participação de mais de 60 professores e representantes de escolas. Além do atletismo e da natação que serão modalidades paradesportivas outras duas modalidades também foram inseridas: Taekwondo e basquete 3×3.  

A abertura do JEVRE 2018 será realizada no dia 24 de agosto, no ginásio da Ilha São João. Segundo Vera Lúcia Ferreira Cruz, diretora da Escola Municipal Especializada Doutor Hilton Rocha, é muito importante a participação dos alunos neste tipo de evento. “No último ano nos fomos convidados a participar como espectadores e este ano estamos tendo a possibilidade de participar da competição. Essas atividades são importantes para os alunos com deficiência visual, a inclusão ajuda no desenvolvimento didático e mostra também o que eles são capazes de fazer”, contou.   

As inscrições estarão disponíveis a partir desta segunda-feira, dia 16, na pagina da SMEL. Todas as escolas da cidade podem participar. Ao todo serão 24 modalidades entre coletivas, individuais e paradespostivas. Em 2017 foram 57 escolas participantes e mais de seis mil alunos inscritos.  

O prefeito Samuca Silva, destacou a importância em incluir modalidades para pessoa com deficiência. “O JEVRE é um grande evento esportivo para os estudantes da cidade. E nada mais justo que incluir todos esses alunos, é muito importante pensar nestas modalidades como forma de oportunizar a participação de pessoas com deficiência. Nossa gestão se comprometeu em trabalhar esses assuntos e realizar políticas públicas de qualidade”, comentou