A Empresa de Processamento de Dados de Volta Redonda (EPD VR) está realizando uma campanha para a divulgação do VR Parking, que será implantado na cidade em breve. Além disso, está sendo validado alguns dados que compõem o novo projeto, como por exemplo: fluxo de veículos por vagas, percentual de motoristas que estão colocando os tickets do estacionamento rotativo e a quantidade de vagas que um agente de monitoramento consegue fiscalizar. Essa semana os agentes estão trabalhando na Vila Santa Cecília. Os próximos bairros que receberão a campanha serão o Aterrado e Centro.

O VR Parking possibilitará que o número de vagas específicas para os idosos triplique em Volta Redonda. Atualmente, são 67 vagas destinadas à terceira idade e, com novo sistema, o número passará para 270 nos principais centros comerciais do município. Aos deficientes físicos, serão 108 vagas de estacionamento e hoje são 85. Ao todo, devem ser disponibilizadas aproximadamente 4,7 mil vagas. O VR Parking atenderá oito áreas: Aterrado, Vila Santa Cecília, Centro, Retiro, 207, Ponte Alta, Niterói e Santo Agostinho.

Paro o comandante da Guarda Municipal de Volta Redonda, Paulo Henrique Dalboni, o VR Parking vai otimizar o estacionamento rotativo. “Com a melhoria do estacionamento rotativo, nós vamos também organizar e democratizar os espaços públicos para estacionamento”, comentou Dalboni.

De acordo com o presidente da Empresa de Processamento de Dados (EPD), Matheus Moreira Cruz, entre as vantagens da implantação do VR Parking está a economia e facilidade. “O ticket será eletrônico, o que vai a acabar com necessidade de impressão. Para quem não tiver acesso ao aplicativo, serão disponibilizados agentes nas ruas, para vender os tickets eletrônicos. Além do credenciamento junto a lojistas que tenham interesse para sua comercialização. O motorista só precisará informar o número da vaga e a placa do veículo e o comprovante da compra será entregue”, explicou Matheus.

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, lembrou que, além do investimento em tecnologia, o Vr Parking também vai gerar empregos. “A princípio serão gerados em média 50 empregos diretos com a implantação do Vr Parking. Volta Redonda merece receber mais esta inovação”, contou o Prefeito

O pregão eletrônico para escolher a empresa que será responsável vai acontecer no dia 16 de abril. Depois a empresa terá um prazo de até três meses para começar a executar o serviço.